10 razões para você aprender mandarim agora

Aprender chinês oferece muitos benefícios para o crescimento pessoal e profissional, possibilitando também o contato direto com uma das culturas mais ricas do mundo. Milhões de pessoas viajam à China todos os anos para fechar novos negócios, conhecer os grandes pontos turísticos, como a Muralha da China e os Guerreiros de Terracota, ou mesmo para fazer uma viagem como mochileiro.

1. O chinês é a língua mais falada no mundo


O mandarim é a língua mais falada do mundo por nativos, com quase 1 bilhão de falantes - é preciso lembrar que há pessoas na China que não falam mandarim, mas outra língua ou dialeto como o cantonês. No entanto, mesmo com as pessoas que falam outros dialetos de origem chinesa, é possível estabelecer uma comunicação em mandarim: todo chinês, por mais isolado que esteja, conhece um pouco da pronúncia do mandarim. Se a comunicação oral não funcionar, você pode conversar com o uso dos ideogramas, pois as línguas chinesas usam quase os mesmos caracteres.

2. Não só na China. O mandarim será útil em muitos outros países


Além da China, o mandarim é falado por muitas pessoas em países como Malásia, Indonésia, Tailândia, Brunei, Filipinas, Mongólia e principalmente em Taiwan e Cingapura. Nesses países, há uma grande população de origem chinesa, facilitando muito a comunicação com grande parte da população.

Se você souber inglês e mandarim, você poderá viajar sem problemas por quase toda a Ásia Meridional.

3. Aprenda sobre a história e cultura da China


A China figura entre uma das civilizações mais antigas do mundo, rivalizada apenas pelo Egito Antigo e outras civilizações do Oriente Próximo. A China, na antiguidade, foi uma das civilizações que desenvolveu a sua própria escrita, que, de certa maneira, pode ser ligada até o chinês moderno pela linha da evolução cultural. Nesses milênios de história, muita coisa foi desenvolvida: poesias, romances, filosofia, artes marciais, medicina, magia, religião e muito mais. É uma mina de ouro para os pesquisadores e entusiastas.

Além dos tesouros que remontam à antiguidade, a própria cultura contemporânea chinesa tem os seus charmes. Os falantes de mandarim têm acesso a uma infinidade de livros, filmes, programas de televisão, teses científicas, possibilidades de estudo em milhares de áreas.

4. Faça amizade com pessoas de diferentes culturas


A China tem a maior população do mundo, com aproximadamente 1,28 bilhão de pessoas, então aprender a língua dá a você acesso a se comunicar com muitas pessoas e se conectar em um nível mais profundo.

5. É bom para os negócios


Mark Zuckerberg está impressionando o público em todo o mundo com suas novas habilidades chinesas, especialmente quando participa de reuniões na China. O exemplo de Zuckerberg está se espalhando por todo o Ocidente.


Saiba mais: Por que o chinês mandarim é tão importante no mundo dos negócios?


Então, por que um cara tão bem-sucedido aprenderia a falar mandarim e faria exposições longas emuma língua que está aprendendo? É claro que a esposa de Zuckerberg é chinesa, mas não acho que seja apenas essa a razão pelo qual ele se mostra tão entusiasmado com o país. Especula-se que Zuckerberg procura conquistar o coração dos chineses (nada o faz mais que mostrar interesse real em sua cultura) para abrir mercados lá na China.

Ou talvez Zuckerber queira mais 1,3 bilhão de pessoas para "zuccar".

6. Aprender mandarim não é tão difícil quanto você pensa

Você não precisa se preocupar com conjugações verbais! Não há plurais, nem tempos verbais, nem acordo sujeito-verbo, nem conjugações. Existem mais de 80000 caracteres chineses, mas geralmente apenas 3500 são usados ​​no dia-a-dia.

Além disso, apesar de parecerem um monte de rabiscos, há uma lógica na formação dos ideogramas. Muitos deles referem-se a uma forma real, alguns indicam a pronúncia e o significado na sua estrutura, outros ainda são uma junção de dois ou mais ideogramas.

7. Melhore suas habilidades artísticas


A escrita dos ideogramas chineses exige o treino de habilidades diversas daquelas que usamos na nossa escrita. O desenvolvimento desses novos métodos de escrita, que são baseados no traço e na proporção, vai melhorar os seus sensos espacial e de forma, podendo melhorar também outras habilidades que você também queira desenvolver, como a pintura 

8. Turbine o seu cérebro

Aprender uma nova língua é sempre benéfico para a saúde mental. Não é novidade que poliglotas dificilmente sofrem de alzheimer e outras moléstias que comprometem a cognição. Além disso, alguns estudos apontam que a língua chinesa, por ser estruturada de maneira diferente das línguas ocidentais, acabam utilizando partes diferentes do cérebro, o que acarreta em um desenvolvimento da inteligência muito além das capacidades linguísticas.

9. O "Boom" do chinês não vai durar para sempre

Há uma corrida para aprender mandarim em todo o mundo ocidental. Milhares de pessoas estão se dedicando ao estudo da língua para abastecer a crescente demanda por profissionais. Se você começar a estudar agora, ainda vai ser um dos primeiros, ou seja, terá muito mais experiência quando outros começarem.

Se você demorar muito, a época de ouro pode já ter se encerrado, de modo que você poderá se tornar apenas mais um na fila do pão. Comece agora!

10. Culinária chinesa


A China é um dos países do mundo com a culinária mais rica. Esqueça o que a televisão geralmente mostra! Os repórteres querem impressionar, por isso procuram sempre pelo que é mais exótico: escorpiões, cobras etc. A culinária chinesa é infinitamente maior que isso, e varia muito de região para região.

Na culinária chinesa, há opções para todos os gostos. A cultura culinária chinesa também tem raízes muito profundas, com particularidades relacionadas aos negócios, à família, à hospitalidade. Acima de tudo, é uma maneira do povo chinês expressar amor.

Popular no Chinês Já